Grupo Marcondes Cesar

Notícias

SindusCon-SP analisa reflexos da crise econômica no setor durante encontro da diretoria em São José dos Campos

A regional de São José dos Campos do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) recebeu na última quinta-feira (13/8) a reunião plenária da diretoria, realizada no hotel Golden Tulip Colinas. Durante o encontro, foram feitas análises econômicas levando em consideração o atual cenário vivido pelo país e os reflexos no setor da construção civil.

Na pauta, temas como a projeção de retração de 7% no PIB do setor, aumento das demissões, unificação do PIS e Confins, o programa Minha Casa Minha Vida e o projeto de lei que equipara a remuneração dos depósitos dos trabalhadores no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Além de iniciativas regionais como o Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Construção Civil (CDTCC), criado no início do ano fruto de uma parceria entre entidades da iniciativa privada, poder público e meio acadêmico. O projeto foi apresentado ao grupo pelo presidente do centro, engenheiro Carlos Aquino.

O presidente do SindusCon-SP, José Romeu Ferraz Neto, conduziu a reunião e falou sobre os esforços da entidade para minimizar os impactos da crise que afeta praticamente todos os setores da economia. Entre eles, diálogos com os poderes Executivo e Legislativo em prol dos interesses dos empresários e também dos trabalhadores. “A indústria da construção está sofrendo diretamente os efeitos da crise econômica, que por sua vez está sendo alimentada pela crise política”, ressaltou.

O prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida, também falou sobre as dificuldades econômicas e destacou o papel da construção civil para a cidade. “Temos buscado junto à sociedade construir um plano de desenvolvimento e vamos precisar do setor da construção civil gerando emprego, criando oportunidades e permitindo que nossa população more bem. Esse é um momento de encarar a crise, pois temos condições de superá-la”, concluiu.

Na ocasião, o prefeito anunciou que até o final do mês o projeto da nova Lei de Zoneamento da cidade será aberto para consulta pública para que a população possa avaliar e enviar sugestões pelo período de 30 dias.

Acompanharam o prefeito na reunião o secretário de Obras de São José dos Campos, Dalton Ferracioli de Assis e o secretário de Planejamento de Guaratinguetá, Edmundo Carvalho.

Emprego
Na regional de São José dos Campos os dados da pesquisa de emprego realizada pelo SIndusCon-SP refletem proporcionalmente o desemprego encarado pelos brasileiros. Entre 1º de janeiro 30 de junho deste ano foram cortadas 1.188 vagas no Vale do Paraíba, uma queda de 1,55%, frente a igual período de 2014.

Para o diretor regional, Mário Cezar de Barros, o setor necessita urgentemente de estímulos para que os empresários retomem a confiança no país e voltem a investir. “A construção civil tem uma característica muito peculiar, é o setor que reage mais rápido aos estímulos da economia e consequentemente o que retrai mais imediatamente. Se existe uma mudança na economia, ele parte para uma retração e isso implica em desemprego”, finaliza.

Fonte: sindusco-sp/Ago.2015

SindusCon-SP analisa reflexos da crise econômica no setor durante encontro da diretoria em São José dos Campos
Avenida Jorge Zarur, 291 - Vila Ema,
São José dos Campos - SP, 12242-010
(12) 3909-5050

2017Copyright - Marcondes Cesar - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por DB9